A verdade sobre a depressão pós parto

depressão pós parto
depressão pós parto é uma farsa

Hoje irei falar sobre o que poderá ser considerado um dos posts mais polêmicos já feito nesse blog, apesar dos ataques feministas que venho recebendo diariamente nos comentários, já deixo escrito de antemão que o blog irá continuar funcionando como sempre funcionou. Vamos ao assunto.

A depressão pós parto é uma das maiores farsas já inventadas pela ciência moderna, e ouso dizer que ela está absolutamente ligada a algo muito mais profundo, da qual irei explicar logo a baixo.

A mente da fêmea :  

Nós realistas sabemos exatamente como a mente da mulher funciona, sabemos que as mesmas sempre irão procurar se estabelecer e passar os seu genes adiante, por meio do macho da qual ela considera o mais forte de todos.

E o que a depressão pós parto tem a ver com isso ? a questão é que se você prestar atenção a todas as notícias vinculadas na mídia sobre a depressão pós parto, irá perceber que esse transtorno se desenvolve basicamente nas três categorias que irei listar logo a baixo.


O homem é feio:

Sim ! grande parte das mulheres que desenvolve esse tipo de transtorno, se pararmos para observar, veremos que seus companheiros são desprovidos de um tipo de beleza condizente com o que a sociedade deseja. Como a mulher valoriza radicalmente a beleza, o subconsciente dela  liga o alerta, mandando um recado de que o seu gene poderá ter problemas para se desenvolver na sociedade.

A mulher sabe que a beleza é essencial para conseguir conquistar status ou ter sucesso em nossa sociedade, e isso a própria ciência confirma. Ao se deparar com a possibilidade de ter um filho feio, a mulher se vê num beco sem saída, onde o seu gene tem grandes possibilidades de ter problemas.

O homem não tem Status/Dinheiro:

Aqui entra o processo de sobrevivência que toda mulher tem dentro de si, um homem sem dinheiro na mente da fêmea é um homem que não é capaz de trazer segurança, logo ele não será capaz de fazer com que que o seu gene sobreviva, em um mundo onde a sobrevivência depende inteiramente do dinheiro.

Quando a fêmea se depara com a possibilidade de aniquilação, ela entra em um processo de tristeza por não ter conseguido cumprir com o seu papel, ela inteiramente falhou no processo de descendência, e esse é um dos grandes motivos pelo qual na depressão pós parto a mulher se nega a cuidar do filho, o subconsciente alerta de que esse gene tem grandes chances de não sobreviver.

Assim com no reino animal um filhote é abandonado quando impossibilitado de sobreviver,  no reino social, a mulher tende a querer se afastar do filho, num processo irracional de o querer abandoná-lo, mas não o abandona por conta do julgamento social, algumas até abandonam o bebê e quando presas, qual desculpa elas dão ? Não tenho dinheiro para cuidar dele, ou seja, meu gene irá morrer de qualquer jeito. 

O homem é inferior a outros genes:

Sabemos que a mulher, com já dito acima ela procura se reproduzir com os melhores genes do mercado social, a questão é que os grandes genes nem sempre estão aptos a reproduzir com certos tipos de fêmeas, o que as faz procurar por outros genes.

Imagine comigo, você gostaria de comprar um carro, porém pelo alto valor da qual ele vale, você não o obtém, compra um com menor valor, porém se sente frustrado por não conseguir realizar o seu maior desejo.

Agora pense comigo, uma mulher em seu auge social, tem acesso aos mais variados tipos de genes, geralmente elas se deliciam nos melhores genes sociais, começando em sua adolescência e continuando na fase adulta.

Certo dia a fêmea vendo que o seu tempo de reprodução está se aproximando, resolve procurar um reprodutor para o que vai ser o seu futuro filho, porém ela não mais consegue ter acesso aos melhores genes do mercado, já que o seu valor já caiu, o que a faz ficar frustrada por ter deixado escapar a chance de se reproduzir com o melhor gene do mercado.

A mulher vendo que para não ser extinta geneticamente da humanidade, ela deverá se reproduzir com um gene inferior aos quais ela antes tinha acesso, isso faz com que por mais que ela queira reproduzir, o fato dela ter perdido um gene grandioso, a deixa profundamente triste, pois agora ela necessita se fundir a um gene totalmente inferior.

Ela sabe que perdeu a oportunidade da vida dela, e agora terá que se contentar com menos. Uma vez que a mulher tenha acesso aos melhores homens do mercado social, ela nunca se perdoará por ter se fundido a um homem totalmente inferior. 

Conclusão:

Se você reparar e prestar atenção, em 90% dos casos de depressão pós parto, ele se enquadra em um dos três tópicos litados neste texto, você acredita mesmo que se Leonardo Di Caprio engravidasse uma mulher, ela desenvolveria depressão pós parto ? Por quê dificilmente mulheres de artistas desenvolve esse tipo de problema ? será por que seus maridos são os mais requisitados no mercado genético social ? 

Observação:

Saiba que o conteúdo desse blog, e principalmente o conteúdo desta postagem, deve ser levado apenas como humor e como uma forma de descontração, em hipótese alguma leve o que foi escrito aqui com algo verdadeiro.

Se sua esposa ou namorada, desenvolveu esse tipo de transtorno a encaminhe ao centro médico, não leve o que foi descrito aqui como uma regra, eu não me responsabilizo pela suas ações causadas pela revolta ao ler este texto.  lembre-se isso é apenas humor.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Escrever comentários
Stifler Pobre
AUTHOR
28 de julho de 2017 22:19 delete

hahaha, tá ai uma coisa que nunca parei para pensar, seu humor tem um toque de realidade hehehe

Responder
avatar
Zeus Realista
AUTHOR
29 de julho de 2017 05:34 delete

ueueueueueuh o humor sempre nos ajudando quando mais precisamos dele.

Responder
avatar